Imprimir
Segredos da Descoberta da Austrália pelos PortuguesesSegredos da História Luso-Alemã

Segredos da História Luso-Alemã
Clique na imagem para ampliar


Segredos da História Luso-Alemã

Ref: RD3

Preço por Unidade (Unid.): € 15.90


Rainer Daehnhardt
Quipu
1ª Edição, Novembro 2002
Capa Mole
16 x 23 cm - 120 pp

Sabia que:

Parte significativa da população portuguesa é descendente de germânicos?

O Reino Vândalo de Giserico, maior do que o Império Romano, se construiu graças à ajuda Lusa?

A ajuda teutónica, na reconquista cristã das terras lusas, teve tal peso que a muitos cavaleiros germânicos foram doadas terras do Portugal que então estava a nascer?

Lisboa foi das mais importantes cidades da Liga Hanseática?

A construção das naus lusa nasceu com o restauro das cracas hanseáticas?

Já em Aljubarrota lutaram alemães ao lado do Mestre de Aviz?

Antes das viagens de Colombo, D. João II tinha conhecimento de terras a Ocidente através de Fernão Ulm, um navegador alemão dos Açores?

Martinho da Boémia, cartógrafo luso-alemão residente nos Açores construiu, em 1492, um globo terrestre para Nuremberga, baseando-se em Marco Polo e em lendas, não traindos os conhecimentos da navegação portuguesa?

Na armada de D. Francisco de Almeida para a Índia estiveram integradas diversas naus alemãs que partilharam o imenso lucro das especiarias?

Grande número de artilheiros nas armadas lusa quinhentistas eram alemães?

Não deve ter havido Praça portuguesa em África ou Ásia onde não combatessem alemães ao lado de portugueses?

Milhares de alemãs tombaram ao serviço de D. Sebastião em Alcácer-Quibir?

Quando na Guerra da Restauração a causa portuguesa parecia irremediavelmente perdida, surgiu o Duque de Schomberg que, em 8 anos de luta ímpar, conseguiu o que nos 20 anos anteriores não se tinha conseguido, ou seja, impor um Tratado de Paz?

Quando exércitos franco-espanhóis invadiram Portugal para acabar, de vez, com a teimosia lusa de se manter independente, foi o génio militar do Conde de Lippe e sua reorganização das forças portuguesas que salvaram Portugal?

No século XIX foi um Príncipe alemão, Ferdinand von Sachsen-Coburg um Gotha, o nosso Rei Regente, D. Fernando II (pai dos Reis D. Pedro V e D. Luís I), quem não só evitou uma 2ª Guerra Civil Portuguesa como salvou da destruição o Mosteiro da Batalha, a Custódia de Belém e tantas outras obras de arte lusas?

Duas Infantas portuguesas foram Imperatrizes da Alemanha?

Houve onze casamentos régios entre Portugal e a Alemanha?

Foi Fernando Pessoa que escreveu: "... a alma portuguesa deve estar com a sua irmã, a alma germânica..."? E "... a meu ver, nada pode ter tão férteis resultados como uma aliança espiritual com a Alemanha, que, por ser nossa análoga psíquica, nos deve legar a continuação espiritual..."?

(da contracapa) 


Disponibilidade

Prazo de Entrega (aprox.):

5 dias


Comentários de Clientes:

Não existe qualquer comentário a este produto.
Por favor faça o seu LogIn para escrever um comentário.